quarta-feira, 16 de junho de 2010



Fiz aquele anúncio e ninguém viu ,
Pus em quase todo lugar a foto mais bonita que eu fiz,
você olhando pra mim.
Alto aqui do sétimo andar longe,
eu via você e a luz desperdiçada de manhã num copo de café;
Deus sabe o que quis foi te proteger do perigo maior,
que é você ,
e eu sei que parece o que não se diz o seu caso é o tempo passar
(...)
Os poucos que viram você aqui me disseram que mal você não faz ,
e se eu numa esquina qualquer te vir ,será que você vai fugir?
Se você for, eu vou correr . Se for, eu vou .


do sétimo andar - rodrigo amarante

Nenhum comentário:

Postar um comentário