quarta-feira, 4 de agosto de 2010

a comédia e a tragédia.

Eu queria ser uma pessoa normal como todas as que eu vejo ao meu redor, como todas que me cercam desde que eu acordo já dizendo apesar de tudo as seis da manha, como se um galo cantasse como se fosse simples depois de todas as ofensas e todos os medos, sem contar os pecados imperdoáveis, queria ser como essas pessoas sem nenhum problema, de pequenas discussões com os pais porque não lhe darem a chave do carro , queria ser normal ao ponto de não me sentir excluída numa sociedade que inclui , queria não ser a estranha por não gostar das bandas coloridas da moda e ouvir os Beatles com um certo orgulho,poder afirmar que quem é foda é Marx não bob Marley, por afirmar não ser clichê ,mas afinal nem eu mesma sei o que é isso.


Queria discutir com meus pais coisas fúteis exemplos tempo na internet ou pega no sexo, queria poder achar sexo algo normal e não essa mancha escura queria poder gostar um pouco mais dos meus pais. Queria poder um dia me sentir do meio de toda essa gente que me cerca, queria ter esse tempo sobrando que as pessoas têm esse tempo que eu não tenho mais , queria ler a ladeira da saudade e me sentir um pouco lisonjeada ou comovida com todo esse romantismo que eu acho que não existe , queria que existisse esse tal de romantismo pra mim, esse tal de amor pra mim, queria poder sofrer um pouco por amor , mas amor de verdade não essa palhaçada que eu quase vivi , queria poder ter uma razão como dizem os apaixonados, queria apenas um dia vê uma pessoa apaixonada, porque eu ainda não vi. Queria não odiar tanto assim HP já que tantos gostam, e não ser olhada com esses olhos afagos (não de ressaca com os da divina Capitu) quando eu falo que acho dom casmurro incrível, queria não ser a única a me preocupar com meu futuro e garantir um doutorado como se fosse o banho do dia seguinte.

Queria não querer tanto as pessoas já que eu sei que depois que eu tiver não vou querer mais, ou não, eu queria tanto passar no vestibular e poder exibir esse meu esforço quase não remunerado a todos que me passarem na rua, queria chorar vendo um filme, queria escrever uma musica com certa melodia doce, queria conhecer todas as historias dos deuses gregos, queria pedir um dia sequer uma desculpa sincera, um dia querer ser mãe, querer viver com alguém, acreditar em alguém, queria um dia aprender a perdoar, aprender a esquecer, a te esquecer. Queria ler todos os livros do mundo, aproveitar cada segundo, ir ao show da legião e poder tirar essa saudade de tudo que ainda não vivi,queria ser normal ao menos de longe , já que de perto ninguém é.


Um comentário:

  1. assim é vc .. sagitariana..aventureira e ao mesmo tempo em seu canto... dividida entre o amor que pode ceder e o amor que não tens medo de trazer....assim é vc, este ser linbdo que me encantou para todo sempre.

    vc ñ merece acordarsem a felicidade ao lado!


    Eu te amo, acreditas?

    Amo essa pessoa linda que sempre foi cmg...Esta essência linda de menina-mulher!

    ResponderExcluir