sábado, 23 de outubro de 2010

dos olhares

Primeiro é o amor sem fim.
A segunda é ver o outono.
A terceira é o grave inverno.
Em quarto lugar o verão.
A quinta coisa são teus olhos...

Não quero dormir sem teus olhos...
Não quero ser, sem que me olhes...

Abro mão da primavera para que
continues me olhando.

Pablo Neruda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário