terça-feira, 30 de novembro de 2010

a verdade vai além daqui.

Veja quanta coisa mudou, e tão rápido. Você imaginava, naquele dia, que dali a um mês estaria assim? Você quase não consegue acreditar, foge ao controle. Tudo isso é pra gente perceber que o controle das nossas vidas de maneira alguma está nas nossas mãos. São as pessoas, umas às outras, que fazem as vidas. A interação. São os outros, as suas atitudes, que determinam as nossas. São os outros que nos transformam no que quer que a gente se torne.

sábado, 27 de novembro de 2010

simples assim

Contarás nos dedos os dias que faltam para que termine o ano, não são muitos, pensarás com alívio. Embora saibas que há perdas realmente irreparáveis e que um braço amputado jamais se reconstituirá sozinho.




#caiof.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

então.

" Tinha esquecido do perigo que é colocar o seu coração nas mãos do outro e dizer: toma, faz o que quiser."




#caiof

então.

" Tinha esquecido do perigo que é colocar o seu coração nas mãos do outro e dizer: toma, faz o que quiser."




#caiof

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

candy.

"Ela é intensa e tem mania de sentir por completo, de amar por completo e de ser por completo. Dentro dela tem um coração bobo."


#caiof.

domingo, 14 de novembro de 2010

da solidão

Parece incrível ainda estar vivo quando já não se acredita em mais nada. Olhar, quando já não se acredita no que se vê. E não sentir dor nem medo porque atingiram seu limite. E não ter nada além deste amplo vazio que poderei preencher como quiser ou deixá-lo assim, sozinho em si mesmo, completo, total. Até a próxima morte, que qualquer nascimento pressagia.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

instante.

Ele nunca soube se eu voltaria: chegava sempre alvoroçada, com pressa pra consumar o amor. quando me demorava no abraço, ele fazia eternidades daquele instante.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

cariños

Sou como um livro. Quem não se limita ao título, folha de rosto ou orelha; tem a possibilidade de gostar, e até entender, quem sabe?

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

sobreviva

num lugar muito frio
não precisaria de amor
só teria que me cuidar
pra não congelar

livro algum ensinaria

seria sem sonho ou ilusão
a felicidade de sobreviver

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

dos instantes

Eu queria saber como é que se guarda alguém pra sempre ,

 sem o fio que amarra os dias.

Porque ele, que sempre esteve ali, era como se tivesse chegado só naquele instante.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

a gente é.

Mas o universo hoje se expandiu e aqui de dentro a porta se abriu,
 parece simples , e as vezes é.