quinta-feira, 11 de novembro de 2010

instante.

Ele nunca soube se eu voltaria: chegava sempre alvoroçada, com pressa pra consumar o amor. quando me demorava no abraço, ele fazia eternidades daquele instante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário