sexta-feira, 15 de abril de 2011

A beleza dos avessos.

Você ainda vai amar e odiar a mesma pessoa, vai querer morrer e vai querer viver mais, vai se perguntar o porque de gostar, o porque de amar, vai rir das coisas que passou, vai rir de como você era, de como você é, e de como você pensa ser, vai querer mudar de nome, vai querer ser outra pessoa, vai querer rir com vontade de chorar, chorar com vontade de rir, vai acreditar e desacreditar, vai arriscar mesmo sabendo das consequências, vai deixar de tentar por medo, dúvida, vai se arrepender, vai querer voar, vai querer sumir, vai querer recomeçar, mesmo nunca tendo começado, vai fazer planos com outra pessoa, mesmo ela nunca tendo feito parte disso, vai perder o orgulho, vai perceber que mesmo sendo sempre a mesma pessoa, você nunca é uma só. E vai perceber que tudo um dia faz sentido, por mais tarde que seja.



Nenhum comentário:

Postar um comentário